GT do Macrossetor de serviços da CUT debate reorganização sindical

Representante dos trabalhadores dos setores financeiro, de comunicação, do comércio, de processamento de dados e dos vigilantes se reuniram, na manhã desta sexta-feira (24), na sede da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) para a reunião do Grupo de Trabalho (GT) da coordenação do macrossetor de serviços da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Antes do início dos debates eles tiveram duas apresentações sobre o futuro do trabalho e a organização dos trabalhadores.

Fausto Augusto Junior, coordenador do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), fez uma análise dos desafios e das perspectivas no contexto de mudanças que o mundo atravessa.

Já doutor José Dari Krein, professor no Centro de Estudos Sindicais e Economia do Trabalho (Cesit) da Unicamp, fez um retrospecto das transformações no mundo do trabalho e traçou um comparativo entre outros países e o Brasil

“As duas apresentações nos deram o cenário exato da realidade atual. Em cima disso, pudermos debater formas de atuação conjunta para enfrentar as dificuldades que passamos, como a retirada de diretos dos trabalhadores”, afirmou Vinicius de Assumpção Silva, vice-presidente da Contraf-CUT. Durante a reunião também foram debatidas propostas para serem apresentadas no próximo Congresso da CUT, que será realizado em outubro.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram