Bancários de Campos contra descomissionamentos no BB e demissões no Itaú

A manhã desta quinta-feira (14), foi de mobilização pelo Dia Nacional de Luta contra os descomissionamentos no Banco do Brasil. Na base do Sindicato dos Bancários de Campos dos Goytacazes e Região (RJ), o ato aconteceu na agência da Praça Quatro Jornadas, no Centro da cidade, com colagem de cartazes, faixas, distribuição de panfletos e falas dos dirigentes da entidade convocando a categoria para lutar contra o desmonte e a retirada de direitos promovidos pelo banco. O "Caveirão dos Bancários", carro de som do Sindicato, também foi para a frente da agência do Itaú no calçadão, em protesto contra as demissões.

O Dia Nacional de Luta incluiu outras pautas, como a reforma da Previdência, que prejudica a classe trabalhadora, e a tentativa do governo de privatizar os bancos públicos. Houve panfletagem também na agência do Banco do Brasil da Rua 13 de Maio.

No Itaú o protesto foi contra as demissões. Na base do Sindicato foram quatro bancárias demitidas só nesta quarta-feira, 13. Os dirigentes do Sindicato conversaram com os funcionários e com os clientes e reafirmaram a importância da luta para pressionar o banco.

“É um absurdo que estejamos passando por isso, porque os bancos não param de lucrar. Não há motivo nenhum que justifique o que tem sido feito com os bancários e com as bancárias, tanto nos bancos públicos quanto nos bancos privados”, disse o presidente do Sindicato, Rafanele Alves Pereira.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram