Sindicato da Paraíba ajuíza ação contra reestruturação  da Caixa

Nesta quarta-feira (23), o Sindicato dos Bancários da Paraíba ajuizou ação cautelar, que recebeu o número 0000444-71.2016.5.13.0006, na 6ª Vara do Trabalho de João Pessoa, pleiteando a suspensão do processo de reestruturação na Caixa Econômica Federal, em virtude da falta de transparência do processo, que promove a mudança estrutural sem prévia negociação com o movimento sindical.

Além da ação impetrada, a diretoria do Seeb-PB, realizou reunião com os empregados da Caixa em unidades da Capital, nesta quinta-feira (24), conforme orientações para o “Dia Nacional de Luta”, cuja atividade também fora deliberada durante o debate realizado no início da semana. O evento aconteceu no auditório do Sindicato com a presença maciça do funcionalismo  e a participação da coordenadora do Comitê Nacional em Defesas das Empresas Públicas, Maria Rita Serrano, e o presidente da Fenae, Jair Pedro Ferreira.

De acordo com Marcos Henriques, presidente do Sindicato, ficou clara a apreensão e temor dos empregados com os efeitos negativos da reestruturação em curso. “Condenamos a forma unilateral e desrespeitosa como está sendo implementada a reestruturação, uma vez que a direção do banco público não ouviu os trabalhadores e muito menos a sua representação sindical. Justamente por isso ajuizamos, a ação para barrar esse processo danoso e estamos discutindo o assunto com os bancários”, arrematou. 

Seguindo orientação nacional, a ação impetrada pelo SEEB/PB destaca que a reestruturação na Caixa afeta inúmeros empregados, sem que tenha havido qualquer negociação com os sindicatos das bases que serão afetadas. “A reestruturação extinguirá inúmeras funções gratificadas, além de realocar empregados de seus locais de trabalho, com ou sem alteração de domicílio, cujos critérios são obscuros”, concluiu o presidente.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram