Greve se mantém forte no Ceará após 18 dias: 76% de adesão

Mesmo encerrando a sua terceira semana, a greve dos bancários tem se mantido forte e crescente a cada dia. Nesta sexta-feira (23), 18º dia de greve, a adesão foi a maior registrada desde o início do movimento, dia 6/9: 427 agências paralisadas em todo o Estado das 562 existentes, o que representa uma adesão de 76%.

O fortalecimento constante da greve é de fundamental importância para rompermos o silêncio da Fenaban que, até o momento, não tem previsão de voltar a negociar com a categoria. Na próxima segunda-feira, 26/9, quando os bancários completam 21 dias de greve, o Comando Nacional se reunirá em São Paulo, a partir das 14h, para avaliar o movimento e traçar novas estratégias de luta, desta que já é a maior greve dos últimos 25 anos.

A pauta de reivindicações foi entregue aos bancos no dia 9 de agosto, mas a Fenaban não apresentou proposta decente, que contemple as reivindicações dos trabalhadores. Já foram oito rodadas de negociação sem sucesso. Mesmo após recordes diários de agências e locais de trabalho paralisados, os bancos insistem em se manter em silêncio, diante das demandas dos bancários, preferindo o uso de práticas antissindicais para tentar desestruturar o movimento grevista.

O Comando Nacional ressalta ainda que está aberto a negociações, mas até agora a Fenaban não marcou nova reunião.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram