1535 resultados Ver todos os resultados
1535 resultados Ver todos

Contraf-CUT participa da 112ª Sessão da Conferência Internacional do Trabalho da OIT, em Genebra

Imagem ilustrativa

Evento, realizado todos os anos com a participação de representantes de trabalhadores, governos e empregadores de 187 Estados, abordará o impacto da tecnologia no sistema financeiro

Foto Jean Marc Ferré / ILO-CIT

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) foi chamada a compor a comitiva brasileira na 112ª Sessão da Conferência Internacional do Trabalho (CIT), que ocorre desde o dia 3 e vai até o dia 14 de junho, em Genebra, na Suíça. A CIT conta com a participação de representantes de trabalhadores, governos e empregadores dos 187 Estados-membros da Organização Internacional do Trabalho (OIT).
 
A presidenta da Contraf-CUT e vice-presidenta da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Juvandia Moreira, participará da conferência e, durante a série de encontros do evento, também da primeira reunião tripartite setorial para discutir os impactos dos avanços tecnológicos, a partir da inteligência artificial (IA), no setor bancário. O encontro está agendado para esta quarta-feira (12), a partir das 17h do horário local (12h no horário de Brasília), com abertura confirmada do ministro de Estado do Trabalho e Emprego do Brasil, Luiz Marinho, e encerramento da diretora regional para a América Latina e Caribe da OIT, Ana Virginia Moreira Gomes.

Impacto da IA no sistema financeiro
"O sistema financeiro, em todo o mundo, está passando por uma revolução sem precedentes, por causa da escalada tecnológica com a Inteligência Artificial. Esse fenômeno traz fortes impactos sobre a classe trabalhadora no setor. Temos discutido profundamente sobre isso, entre as federações e sindicatos que representamos. O impacto da IA também foi um dos temas da nossa 26ª Conferência Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, que acabamos de realizar", explica Juvandia Moreira.

A dirigente completa que, ao mesmo tempo em que a tecnologia beneficia o lucro dos bancos, esse mesmo lucro não está sendo revertido para os trabalhadores e, portanto, na distribuição de riqueza para toda a sociedade. "O que estamos enfrentando é a redução de postos, enquanto que, por meio da tecnologia é possível sim construirmos uma sociedade mais justa, com a redução da carga horária e aumento de postos de trabalho. Então, o que precisamos colocar na mesa é que a revolução tecnológica precisa vir acompanhada de redução das desigualdades e não com aumento do enriquecimento de poucos, a redução de postos, sobrecarga dos que são contratados e, portanto, do adoecimento da categoria, como temos apontado, inclusive com base em pesquisas", conclui.

Futuro do trabalho será discutido  
Após a abertura, a programação do evento, no dia 12, contará com a palestra "O futuro do trabalho", ministrada pela economista sênior da OIT, Janine Berg, e, logo em seguida, debates sobre a atividade bancária e tendências, onde os representantes dos países serão chamados a responderem sobre questões locais a respeito das principal modificação na atividade econômica e para as relações de trabalho bancário; as tecnologias que mais impactaram a atividade econômica do setor; além das tendências para os próximos anos (riscos e oportunidade) e sugestões para as relações de trabalho bancário, no momento atual.

Texto descritivo da imagem aqui

Notícias Similares

Imagem ilustrativa

Reforma tributária: os próximos passos

Senadores querem que governo retire pedido de urgência na votação

Imagem ilustrativa

Governo federal realiza 5ª Conferência Nacional da Pessoa com Deficiência

Delegações terão o desafio de decidir prioridades para elaboração de políticas públicas; classe trabalhadora jogará peso na retomada de processos democráticos de representação que foram extintos

Imagem ilustrativa

Jornada e teletrabalho serão pauta de negociação com a Caixa

Semana de quatro dias, registro de ponto, pagamento de horas-extras e adicionais de remuneração serão alguns dos temas tratados; empregados cobram manutenção dos direitos para quem cumpre sua função em teletrabalho

Imagem ilustrativa

Dirigentes das Américas discutem grandes desafios ao movimento sindical

Encontro do Comitê Executivo da UNI Américas, na capital do Uruguai, abordou transição justa para os jovens, diante das mudanças no mercado de trabalho e ambientais, imigração, igualdade de gênero e negociação coletiva

Imagem ilustrativa

Emprego e carreira serão temas da negociação com a Caixa

Movimento sindical reivindica mais contratações, fim dos descomissionamentos arbitrários e volta das designações efetivas de função; trabalhadores também pedem valorização da importância da Caixa para a sociedade

Imagem ilustrativa

Presidenta da Contraf-CUT participou dos Seminários Avançados do Cris/Fiocruz

Juvandia abordou os impactos dos avanços tecnológicos como a Inteligência Artificial sobre os trabalhadores

Imagem ilustrativa

PL do estupro: após conseguir desacelerar tramitação, mulheres protestam agora pelo arquivamento

Ato realizado na capital paulista, nesta quinta (27), segue agenda que une movimentos sociais feministas, de todo o país, em torno da defesa da dignidade humana de meninas e mulheres

Imagem ilustrativa

Ex-diretor do FMI critica tentativa de transformar Banco Central em Empresa Pública de Direito Privado

Para economista, PEC é inconstitucional e pode atrelar, ainda mais, políticas econômicas aos interesses do mercado financeiro

Imagem ilustrativa

Copom boicota a economia com Selic em 10,5%, alertam trabalhadores

Manter o Brasil com a Selic extremamente alta e proibitiva ao crescimento econômico apenas reafirma que o órgão é suscetível às pressões do mercado financeiro e, assim, desvia das responsabilidades para com o país

Imagem ilustrativa

Bancários iniciam campanha de negociação salarial

Atos em todo o país mostram que 'perrengues' da categoria unificam luta por aumento real e direitos; em São Paulo, também houve manifestação contra juros altos

Não há mais itens para carregar no momento