Bancários de Chapecó e Região intensificam mobilização

Sem uma nova proposta dos bancos, a adesão à greve nacional dos bancários aumenta a cada dia. Em Santa Catarina, mais de 600 agências estão com as portas fechadas. No Oeste, 90 locais de trabalho suspenderam as atividades, 42 só na base de Chapecó.

“A greve só se intensifica, enquanto os banqueiros se negam a retomar as negociações e fazer uma proposta decente, que realmente atenda as reivindicações da categoria”, afirmou o presidente do Sindicato de Chapecó e Região, Luiz Angelo Coan.

Coan ressalta que tanto os bancários como a população são prejudicados com essa postura dos bancos. “Nos primeiros sete meses do ano, as instituições financeiras fecharam quase 8 mil vagas de emprego. Isso compromete as condições de trabalho, com a sobrecarga dos funcionários, e o atendimento ao cliente, que precisa enfrentar longas filas. Os bancos precisam mostrar mais comprometimento e apresentar uma proposta justa para mudar esse cenário”, destacou o presidente do Sindicato.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram