No 30º de greve paralisação em BH é de 69%

A greve nacional dos bancários chegou, nesta quarta-feira, 5, ao seu 30º dia. Com isso, ela já é a mais longa desde 2004, quando foi realizada a primeira campanha nacional unificada de bancários de bancos públicos e privados. Diante do descaso dos bancos, a categoria mostra sua força e enfrenta as pressões para manter a mobilização.

Nesta quarta-feira, a adesão na base de Belo Horizonte e região foi de 69%. O Sindicato realizou ato em frente ao prédio do Banco do Brasil na rua Rio de Janeiro, 750, no centro de Belo Horizonte. Trabalhadoras e trabalhadores cobraram dos bancos uma proposta que respeite a categoria.

Uma nova rodada de negociação entre a Fenaban e o Comando Nacional dos Bancários está marcada para esta quarta, às 17h, em São Paulo. Esta será a 10ª rodada desde que a pauta de reivindicações foi entregue aos bancos no dia 9 de agosto.

A CAIXA também chamou os trabalhadores para uma rodada de negociação específica nesta quarta-feira às 19h.

Após a rodada com a Fenaban, haverá ainda negociação específica com o Banco do Brasil.

Já nesta quinta-feira, 6 de outubro, o Sindicato realiza um novo ato. A concentração ocorrerá a partir das 14h em frente à agência Século da CAIXA, na rua dos Carijós, 218, no centro de Belo Horizonte. Participe!

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram