Mulheres intensificam a luta por Lula Livre, por um Brasil mais democrático e soberano

No mês das mulheres, movimentos sociais e sindicais destacam o avanço das políticas públicas para as mulheres iniciadas por Lula

As mulheres trabalhadoras, representantes de partidos políticos e movimentos sociais intensificam a luta por Lula Livre. Para elas, lutar pela liberdade de Lula é lutar por um Brasil livre das atrocidades cometidas pela Justiça, por um país mais democrático e soberano.
A prisão de Lula, que já movimentou o mundo inteiro, é classificada como a maior arbitrariedade que a justiça já cometeu.

A operação Lava Jato, que não conseguiu comprovar um único ato ilícito cometido pelo ex-presidente durante os seus oito anos de mandato. E que por isso foi preciso criar uma “ficção jurídica”, condenando-o por um “ato de ofício indeterminado”. O que não resta dúvidas de que Lula é um preso político.

Indicado ao Prêmio Nobel da Paz, mulheres do Brasil e do mundo lutam com resistência pela sua liberdade.

“Lutar pela liberdade de Lula é lutar pelos direitos dos que mais precisam. Lula representa um Brasil livre da intolerância, do preconceito, da violência, do machismo, do sexismo e de todo o ódio que vem destruindo a nossa sociedade”, disse Elaine Cutis, secretária da Mulher da Contraf-CUT.

Avanços das políticas públicas para as mulheres

Lula livre é uma das principais causas da luta das mulheres, pois Lula foi imprescindível nas principais conquistas das lutas femininas. Em treze anos de governo, Lula e Dilma Rousseff criaram políticas que transformaram a vida de mulheres em todo o país. Da educação à agricultura familiar.

Diversos programas sociais representaram extrema importância na luta pela equidade de gênero no Brasil, como os programas Bolsa Família e o Minha Casa Minha Vida, lançados respectivamente no primeiro e no segundo governo do ex-presidente, Lula.

“A trabalhadora brasileira reconhece os avanços das políticas públicas para as mulheres conquistados a partir do primeiro mandato do ex-presidente Lula, que teve a sensibilidade de ouvir as demandas importantes e fundamentais para a vida das mulheres”, ressaltou Elaine.

Vale destacar que Lula criou a secretaria de Política para mulheres, deu crédito para as trabalhadoras da agricultura familiar, possibilitou o sonho da casa própria e viabilizou a luta contra a violência contra mulher, com o disque denúncia 180, entre outros importantes avanços.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram