Itaú: Bancários protestam contra demissões em Umuarama (PR)

As três agências do banco Itaú em Umuarama (PR) ficaram com as atividades paralisadas na quinta-feira (3) até às 12h. A medida foi tomada em protesto contra demissões realizadas pelo banco na região nos últimos trinta dias.

Segundo o Sindicato dos Bancários de Umuarama, foram cinco demissões por iniciativa do banco, além de um pedido de demissão, motivado pelo ambiente de trabalho. Uma das demitidas havia acabado de sair da licença maternidade e outro estava em tratamento, tendo inclusive desmaiado no momento da comunicação do desligamento.

Em um panfleto distribuído à população, o sindicato observa que, mesmo em uma das mais longas e profundas crises da história do país, com grande número de desempregados (em março, os dados apontam que haviam 13 milhões de brasileiros sem emprego), o banco Itaú segue obtendo lucros exorbitantes.

O panfleto diz que “em meio a tudo isso, o Itaú bate recordes de lucratividade. Em 2017, o banco fechou o ano com um lucro de quase R$ 25 bilhões. Apesar do lucro, o Itaú segue demitindo sem nenhuma piedade. Nos últimos trinta dias, aconteceram várias demissões na região de Umuarama, espalhando-se o terror nas agências do banco.”

Leia abaixo o panfleto na íntegra.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram