Funcionários protestam no Rio contra transferência da sede da Finep

Manifestação demonstrou indignação e criticou falta de transparência

Apoiados pelo Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro, os funcionários da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) realizaram um protesto, na terça-feira (8), em frente à sede da empresa, na Praia do Flamengo, contra a transferência das instalações da financiadora para um luxuoso prédio na Rua do Lavradio, onde pagaria um aluguel milionário, além de condomínio e IPTU elevados, em razão da sofisticação do edifício, apesar do local ser ainda bastante degradado.

Atualmente, a Finep ocupa 12 andares de um edifício em área nobre na Praia do Flamengo, sendo sete pavimentos próprios e mais cinco alugados. Nesse prédio, os funcionários dispõem de estacionamento, enquanto na Lavradio somente os diretores e os comissionados terão vagas para seus carros.

A princípio, a diretoria da Finep tentou vender os sete andares próprios na Praia do Flamengo, mas recuou diante da pressão exercida pelos funcionários, que consideraram essa iniciativa comercial tão absurda quanto a ideia da mudança de endereço.

Na manifestação, os funcionários criticaram fortemente o método utilizado pela diretoria do Finep. “Houve uma total falta de transparência da diretoria da empresa que tomou a decisão da mudança em segredo, comunicando a iniciativa aos funcionários como fato consumado, depois de assinado o contrato milionário. É um absurdo tomar uma decisão desse porte sem ouvir os funcionários”, disse o diretor de Imprensa do Sindicato, Ronald Carvalhosa, que critica também o fato de empresas estatais exagerarem nos gastos administrativos, especialmente aluguéis, em detrimento dos empregados.

A indignação dos empregados ganhou força ainda maior diante da preocupação de que a transferência possa ser a retomada de uma antiga tentativa de levar a Finep para Brasília, onde funcionaria em imóvel alugado, um dos tantos motivos que influíram na desistência da ideia na época.

“Não se vê o uso de edifícios luxuosíssimos por grandes empresas privadas, que, aliás, preferem ser donas dos imóveis de suas sedes”, finalizou Carvalhosa.

A atividade contou com a participação dos atores da Cia. Emergência Teatral. O vídeo da manifestação, produzido pela Secretaria de Imprensa do Sindicato, já pode ser acessado no site www.bancariosrio.org.br

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram