Dirigentes sindicais ex-HSBC discutem os rumos da Associação Brasil (AB)

Dirigentes sindicais oriundos do HSBC se reuniram, na quarta-feira (12), no Espaço Cultural dos Bancários, em Curitiba, para debater questões relativas à última assembleia de aprovação de contas da Associação Brasil (AB).

O evento também definiu propostas a serem apresentadas em um esperado planejamento estratégico para a atual gestão, composta por membros associados aposentados do Bamerindus/HSBC e por membros associados do movimento sindical.

O planejamento estava previsto para ocorrer em abril, mas foi cancelado e ainda não se apontou uma nova data. “Desde agosto de 2018 estamos cobrando que se faça um seminário de planejamento da entidade, dada a situação crítica que atravessamos, mas até a presente data ainda não aconteceu nada neste sentido”, explicou Sérgio Siqueira, diretor da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e membro do Conselho Fiscal da AB.

Dentre as questões prioritárias defendida pelos representantes sindicais estão a reforma estatutária e a restruturação administrativo-financeira da associação, como forma de sobrevivência diante do momento crítico que vive a AB, em especial, após a corte de repasse do Bradesco, historicamente repassado pelo Bamerindus e continuado pelo HSBC.

“Neste momento crítico da nossa AB, é fundamental a mobilização e a participação dos associados de todo Brasil, afim de defender nossa associação e seu patrimônio”, afirmou Rubens Branquinho, diretor do Conselho Administrativo da AB e da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (FETRAF) do Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Fonte: Contraf-CUT

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram