Direção Nacional aprova balanço 2018 da Contraf-CUT

Delegados aprovaram por unanimidade as demonstrações financeiras e contábeis da Contraf-CUT relativas a 2018
Direção Nacional aprova balanço 2018 da Contraf-CUT
Foto: Contraf-CUT

Delegados das federações e sindicatos filiados à Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) se reuniram na manhã desta terça-feira (24) para analisar as demonstrações financeiras e contábeis da confederação relativas ao ano de 2018. O secretário de Finanças, Sergio Takemoto, com o auxílio da assessoria contábil da Contraf-CUT, apresentou os dados do balanço e se colocou à disposição para os esclarecimentos.

“O balanço já foi analisado e aprovado pelo Conselho Fiscal e pela Executiva Nacional. Convocamos os representantes das entidades e fizemos esta apresentação detalhada para a análise e deliberação final pela Direção Executiva Nacional, conforme determina nosso estatuto”, explicou o secretário de Finanças da Contraf-CUT.

Após a apresentação e análise das informações, os delegados aprovaram o balanço por unanimidade.

Balanço 2018 da Contraf-CUT foi aprovado por unanimidade.
Balanço 2018 da Contraf-CUT foi aprovado por unanimidade. Foto: Contraf-CUT

A presidenta da Contraf-CUT, Juvandia Moreira, ressaltou que os números do balanço aprovado mostram a redução de custos em alguns pontos e gastos extraordinários realizados para a adequação da estrutura à nova realidade. “A redução da arrecadação nos obrigou a promover mudanças em nossa estrutura e a pensarmos em novas fontes de receitas para mantermos a luta contra a retirada de direitos e em defesa dos empregos, dos bancos públicos e demais interesses da categoria e da classe trabalhadora”, explicou Juvandia, acrescentando que a Contraf-CUT vai apresentar às filiadas um projeto para ampliar a arrecadação das entidades.

Juvandia lembrou ainda que a Contraf-CUT contribui com a organização da luta em defesa da categoria e da classe trabalhadora em todo o país. “Juntamente com o Comando Nacional, organizamos a Campanha Nacional dos Bancários e dos Financiários e disponibilizamos nossa estrutura e técnicos às entidades filiadas. Por exemplo, nossas peças jurídicas servem de base para ações judiciais de sindicatos de todo o país. O mesmo acontece com as análises econômicas e sociais, bom como com os textos e materiais de comunicação e formação”, disse.

Organização Sindical

Após a reunião da Direção Nacional para aprovação do balanço, iniciou-se o Seminário de Formação e Organização Sindical da Contraf-CUT, que segue até quinta-feira (25).

Para a presidenta da Contraf-CUT, Juvandia Moreira, o encontro se configura num momento importante para o debate sobre a organização sindical. “Precisamos fortalecer a unidade nacional dos bancários contra os ataques que as entidades sindicais vêm sofrendo por conta das medidas do governo”, disse.

Na programação, debates sobre as mudanças estruturais no mercado de trabalho bancário e os desafios dos sindicatos no novo contexto; Pluralidade e Financiamento Sindical – experiências internacionais; desafios frente à nova conjuntura e a construção do Macrossetor Serviços; e apresentação do Plano Nacional de Formação.

Fonte: Contraf-CUT

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram