1535 resultados Ver todos os resultados
1535 resultados Ver todos

CEE indica aprovação do ACT específico da Caixa

Imagem ilustrativa

Representantes dos empregados destacam garantia de todos os direitos, com avanços importantes, como o acordo de teletrabalho e a criação do GT de condições de trabalho

A Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa) orienta a todos os empregados da Caixa Econômica Federal a votarem pela aprovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), nas assembleias para a deliberação da proposta, nesta quarta-feira (31), a partir das 19h. Para votar, os bancários devem acessar o link da Plataforma VotaBem (https://bancarios.votabem.com.br), ou link disponibilizado pelo seu sindicato.

O acordo, válido para os próximos dois anos, garante todos os direitos anteriores do último acordo, como a manutenção da PLR Social, do adiantamento de férias, do adicional noturno, da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) e do acordo de teletrabalho nos moldes da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), com controle de jornada, pagamento de ajuda de custo, direto à desconexão e previsão de compensação das horas extras trabalhadas para quem está em teletrabalho, no mês subsequente das horas efetuadas. Caso não aconteça a compensação, as horas extras serão pagas.

A Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR) também se mantém igual ao acordo de 2020. Além disso, será criado um Grupo de Trabalho (GT) bipartite, com representação dos trabalhadores e do banco, com início em outubro e limite no dia 31 de dezembro de 2022, uma reivindicação dos empregados para garantir a transparência no pagamento da PLR, assim que definido.

Outros avanços foram a criação do GT de condições de trabalho, a partir de março de 2023, e de retomar as discussões sobre caixas, tesoureiros e avaliadores, com prazo para a resolução. Também há previsão de possibilidade de ampliar o intervalo de refeição de 30 a 60 minutos para os empregados com jornada de seis horas, sendo assegurado o cômputo de 15 minutos dentro da jornada de trabalho. Também foi garantido o reajuste na indenização em caso de morte ou invalidez por assalto sinistro.

Para o coordenador da CEE/Caixa, Clotário Cardoso, os empregados saem vitoriosos dessa campanha. “Nós sofremos muitas tentativas de ataques aos nossos direitos historicamente conquistados, durante as negociações. Por isso, defendemos a aprovação deste acordo”. Cardoso lembra ainda que a Caixa irá seguir a cláusula da CCT sobre combate ao assédio moral e sexual. “Esse tema foi muito importante em toda a nossa campanha. Conquistamos avanços para toda a categoria bancária, o que nos enche de orgulho”, finalizou.

Os índices econômicos, como os reajustes nos salários e nos vales refeição e alimentação, também vão seguir o acordado entre o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Veja aqui o acordo.

Notícias Similares

Imagem ilustrativa

COE começa a negociar PLR 2024 com o Mercantil

Primeira proposta do banco foi rejeitada na mesa de negociação

Imagem ilustrativa

OIT: Sem diálogo não será possível superar desempregos gerados pela IA

Encontro realizado pelo organismo internacional, em Genebra, reforça necessidade de debate entre todos os setores, para alcançar políticas realistas e que revertam a destruição de empregos e o aprofundamento das desigualdades

Imagem ilustrativa

Contraf-CUT cobra calendário de negociações com Caixa

Texto lista uma série de reivindicações pendentes de negociação e ressalta a importância da mesa permanente de negociações

Imagem ilustrativa

Caixa suspende cobrança do consignado de empregados

Banco atende reivindicações da representação dos trabalhadores, que cobra outras ações em auxílio às bancárias e bancários atingidos pelas enchentes do Rio Grande do Sul

Imagem ilustrativa

Contraf-CUT pede informações à Caixa sobre PDV

Objetivo é garantir a transparência do processo e amenizar ansiedade dos trabalhadores

Imagem ilustrativa

26ª Conferência Nacional dos Bancários começa nesta sexta-feira (7)

Até domingo (9), trabalhadores vão debater sobre os principais pontos relacionados ao seu dia a dia de trabalho e definir a pauta de reivindicações e as estratégias de negociação da Campanha Nacional dos Bancários 2024

Imagem ilustrativa

39º Conecef define reivindicações específicas para a Caixa

Pautas das empregados e empregados se somarão às demandas gerais da categoria a serem aprovadas na 26ª Conferência Nacional dos Bancários

Imagem ilustrativa

Encontro Nacional dos Funcionários do Santander aprova minuta de reivindicações específicas

Documento que irá servir de base para as negociações de renovação do ACT será entregue ao banco no dia 10 de junho

Imagem ilustrativa

Trabalhadores do BB aprovam pauta de reivindicações em encontro nacional

Propostas serão incluídas na minuta geral da categoria, que será submetida à aprovação na 26ª Conferência Nacional dos Bancários

Imagem ilustrativa

Bancários do Bradesco aprovam pauta de reivindicações específica em encontro nacional

Defesa dos empregos e valorização dos funcionários, com melhorias nas cláusulas econômicas, nas condições de trabalho e de saúde dos trabalhadores são um dos principais pontos

Não há mais itens para carregar no momento