Categoria comemora 56 anos de luta do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista

A categoria bancária comemorou os 56 anos do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região, em um café da manhã realizado na sede do SEEB/VCR com a presença funcionários de todos os bancos da cidade.

No dia 27 de maio de 1961, em Assembleia Geral, foi eleita a diretoria da entidade responsável pela elaboração e aprovação do estatuto e registro. Após 8 meses, novamente em Assembleia, os trabalhadores fundaram o Sindicato, no dia 27 de janeiro de 1962. Tendo como primeiro presidente Álvaro Reis e apesar da carta sindical expedida pelo Ministério do Trabalho em junho de 1964, o Sindicato só passou ser reconhecido enquanto ativo no ano de 1966.

Nas eleições de 2013, iniciou-se um ciclo de renovação na diretoria da entidade, que teve continuidade na eleição de 2016, na busca por o ideal de construir uma instituição tendo como base a defesa dos direitos dos trabalhadores, com independência e autonomia em relação aos patrões, aos governos e aos partidos políticos, fortalecendo a democracia e possibilitando a participação de todos na gestão da entidade.

“Nos bancárias e bancários precisamos compreender a importância do fortalecimento do Sindicato para seguirmos na luta por melhores condições de trabalho. Neste momento, ao comemorarmos 56 anos de luta de nossa categoria precisamos mostrar que assim como a instituição nos apoia, nós também precisamos nos fazer presentes buscando ampliar nossas relações com outros colegas para seguirmos unidos, firmes e fortes na luta”, compreende Lucila Almeida, bancária do Santander.

A consolidação de um sindicato combativo é de extrema importância não apenas para uma representação legal dos trabalhadores diante do Estado, mas, principalmente, de organizar a luta para emancipação da classe trabalhadora. O resultado desse novo momento no SEEB/VCR tem sido uma maior aproximação da categoria, com cerca de 88% dos bancários da base filiados. “São 56 anos de história de uma entidade combatente e atuante, este momento deve ser comemorado pela categoria bancária, pois está é a razão de sua existência. O cenário político e as consequentes reformas nos impõem uma luta ainda mais árdua e a necessária união de forças de nossa categoria”, ressalta Sarah Sodré, diretora do SEEB/VCR.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram