Banco é condenado a indenizar funcionário demitido por falsas acusações

O Banco Bradesco S.A foi condenado a indenizar um trabalhador, que havia sido demitido por justa causa com o motivo de suposto ato de improbidade. A Sétima Turma do Tribunal do Trabalho negou o recurso do banco e considerou a atitude abusiva. Diante da escassez de provas, configurou o dano moral diante da ofensa à imagem e honra do ex-funcionário. Após a decisão, ficou decidido o pagamento da indenização, no valor de R$ 120 mil, com base na valoração dos elementos da prova e da comprovação do dano.

Veja a matéria completa aqui

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram