Bancários do Rio aumentam pressão sobre bancos para garantir direitos

O Sindicato dos Bancários do Rio realizou, nesta quarta-feira (11), várias caravanas em agências de Ipanema e Leblon, na Zona Sul da cidade e em Campo Grande, na Zona Oeste. Segundo avaliação dos sindicalistas a recepção dos bancários e da população em relação às atividades da campanha salarial foi a melhor possível.

“A categoria está indignada com a intransigência dos bancos na primeira negociação e confirmou que está disposta a participar da mobilização até que a Fenaban apresenta uma proposta para as nossas reivindicações. Os clientes e usuários foram solidários à nossa manifestação. Toda a sociedade está insatisfeita com os bancos, que ganham dinheiro como nunca mesmo diante de uma crise em quem paga o pato é o trabalhador”, disse o diretor do Sindicato, Marcelo Pereira.

Os bancários lutam para garantir as conquistas históricas da Convenção Coletiva de Trabalho, a única com abrangência nacional, preservar os empregos e impedir os prejuízos causados pela reforma Trabalhista, além de reivindicar aumento real de salários e PLR.

“Esta é a mais dura campanha nacional das últimas décadas. Nunca nossos direitos estiveram tão ameaçados. Somente a mobilização da categoria, junto aos demais trabalhadores, poderá impedir a extinção de direitos fundamentais”, destaca a presidenta do Sindicato, Adriana Nalesso, que participou das atividades e, em seguida, viajou para São Paulo a fim de participar da segunda rodada de negociação com a Fenaban, que acontece nesta quinta-feira (12), em São Paulo.

A atividade fez parte do Dia Nacional em Defesa da Convenção Coletiva de Trabalho da categoria.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram