Catanduva reforça luta por empregos no Bradesco/HSBC

Após o Conselho Nacional de Defesa Econômica (Cade) bater o martelo e autorizar o Bradesco a adquirir as operações do HSBC no Brasil – decisão publicada em 8 de junho –, os bancários dos dois bancos estarão unidos em defesa dos empregos e direitos. Na terça-feira 21, será realizado nacionalmente um grande Dia Nacional de Luta envolvendo os trabalhadores das duas instituições.

Em Catanduva, representantes do Sindicato dos Bancários estiveram na agência central da instituição para mobilizar os funcionários e conversar com populares. Uma faixa foi fixada na entrada da unidade. “É um absurdo que um banco com lucros exorbitantes demita tanto. Os bancários que permanecem estão sobrecarregados e ainda enfrentam metas abusivas e assédio moral constante”, relata o dirigente sindical Júlio Cézar Eleutério Mathias, o Julião.

Com lucro de R$ 4,113 bi no primeiro trimestre, o Bradesco cortou 1.466 postos de trabalho no período. Em 12 meses, de março de 2015 a março de 2016, já são 3.581 vagas a menos.

Unidos, bancários de Bradesco e HSBC reivindicam a manutenção dos empregos e mais contratações para solucionar a defasagem que ocorre nos dois bancos. Além disso, defendem a unificação de direitos. Um exemplo é o auxílio-educação, já disponibilizado para os funcionários do HSBC, mas ainda não para os do Bradesco.

Negociação

O Dia Nacional de Luta ocorre na véspera da negociação entre a direção do Bradesco e as Comissões de Organização dos Empregados (COE) dos dois bancos: será na quarta-feira 22 na Cidade de Deus, concentração bancária localizada em Osasco.

Além de defender a manutenção de direitos e empregos nos dois bancos, os representantes dos trabalhadores querem debater a pauta de reivindicações específica dos funcionários do Bradesco. A prioridades são os empregos, auxílio-educação, adiantamento de férias, plano de cargos e salários, remuneração total, segurança bancária, plano de saúde e seguro saúde, fim do assédio moral e cobrança abusiva por metas.

Também será apresentada ao Bradesco a pauta de reivindicações específicas dos bancários do HSBC, que tem como prioridades a manutenção dos empregos, plano de cargos e salários, segurança, previdência complementar e plano de saúde.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram