Lucro do Banco Inter chega a R$ 11,2 milhões no 1º trimestre de 2018

O Banco Inter registrou lucro líquido de R$ 11,2 milhões no primeiro trimestre, aumento de 78% na comparação anual. Segundo o banco, o desempenho foi motivado pelos esforços em diversificar produtos e serviços oferecidos aos clientes. O crescimento da carteira de crédito, a redução de custos de funding e monetização da base de clientes também contribuíram para o resultado.

O Banco Inter atingiu a marca de 535,6 mil contas digitais no primeiro trimestre, crescimento de 338% nos últimos 12 meses. No trimestre foram abertas 160 mil novas contas, com aumento de 270% em relação ao mesmo período de 2017. O forte crescimento da base de clientes não inclui somente contas de pessoas físicas, mas também Contas Pro, com foco em pequenas e médias empresas, e Contas MEI, lançada em março para atender microempreendedores individuais. Em menos de um mês de operação, foram abertas 1.700 contas MEI.

O número de transações realizadas foi de 9,5 milhões, aumento expressivo de 565 e o volume transacionado foi de R$ 5,8 bilhões, incremento de 167%. Ambos os casos na comparação entre primeiro trimestre de 2018 com o mesmo período do ano anterior.

O número de investidores no Banco Inter cresceu 229% nos últimos doze meses e chegou a 50,9 mil clientes. Com cerca de 10% dos clientes como investidores, o Banco Inter finalizou o 1º trimestre de 2018 com volume total de recursos investidos de R$ 6 bilhões, dos quais R$ 3,1 bilhões representam o saldo de captação.

Os ativos totais do banco somaram R$ 3,8 bilhões no final do primeiro trimestre. A carteira de crédito total é de R$ 2,62 bilhões. Sendo que, o crédito imobiliário atingiu uma carteira de R$ 1,6 bilhão, expansão de 23,5% ao longo de 12 meses. Destaque para os empréstimos imobiliários com garantia de imóvel, que apresentaram expansão de 51,4% em 12 meses.

O Retorno sobre Patrimônio Líquido Médio (ROAE) no 1º trimestre de 2018 foi de 11,6%, aumento 4,4 pontos percentuais em comparação ao mesmo período do ano anterior. Já o retorno sobre o ativo médio (ROAA) foi de 1,2% no ano, incremento de 0,4 pontos percentuais na mesma base de comparação. Índice de Basileia do Banco Inter é de 15,4%, mantendo forte estrutura de capital para o crescimento sustentável da instituição.

As informações são da redação do site Investimentos e Notícias, com base no balanço trimestral do Banco Inter.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram