Sindicato retarda abertura de agências em Campos dos Goytacazes

O Sindicato dos Bancários de Campos dos Goytacazes e Região (RJ) retardou a abertura de oito das maiores agências da cidade nesta sexta-feira, 10. A atividade começou às 6h, com colagem de cartazes e mobilização da categoria. Até o meio-dia permaneceram fechadas as agência da Caixa, Santander, Itaú e Bradesco (calçadão), Santander, Bradesco e Banco do Brasil (Rua 13 de Maio) e Itaú (Rua Santos Dumont). Houve na sequência ato público pelo Dia do Basta no Pelourinho, no calçadão do centro, ao som do Caveirão dos Bancários, com a participação de representantes dos urbanitários, petroleiros, metalúrgicos e profissionais da educação, além de militantes do movimento estudantil.

A atividade dos bancários aconteceu em todo o país, dois dias depois de a categoria ter rejeitado, em assembleias nas bases, a proposta feita pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

— Não vamos aceitar que retirem nossos direitos e por isso vamos continuar ocupando as ruas. Neste Dia do Basta é importante reforçarmos esse diálogo com a categoria, com os clientes, com a classe trabalhadora deste país sobre nossa luta e sobre o quanto são justas nossas reivindicações — disse o presidente do Sindicato, Rafanele Alves Pereira.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram