Sindicato retarda abertura de agência do Bradesco em Macaé

O Sindicato dos Bancários de Macaé e Região fez nesta segunda-feira (5) um ato em protesto contra a demissão de um funcionário na agência do Bradesco (antigo HSBC), retardando a abertura da mesma em uma hora.

Após a incorporação do HSBC pelo Bradesco, já se somam quatro demissões na base de Macaé, sendo todos os demitidos oriundos do antigo HSBC, o que pode se caracterizar uma perseguição contra os bancários do extinto banco.

A última demissão ocorreu no dia 2 deste fevereiro, quando o funcionário, mesmo amparado por um atestado médico de 60 dias, ao fazer o exame periódico de rotina do banco e mesmo apresentando o atestado à médica do trabalho, a mesma deu apto sem restrição, apesar do funcionário solicitar a observação no exame, o que não lhe foi concedido.

O sindicato repudia qualquer ato dessa natureza e estará sempre pronto a lutar para resguardar e garantir todos os direitos dos bancários e bancárias.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram