Sindicato mobiliza funcionários do prédio central do Banco do Brasil em Londrina

Para marcar o Dia Nacional de Luta contra os descomissionamentos no Banco do Brasil, o Sindicato dos Bancários de Londrina se reuniu nesta quinta-feira (13/02) com funcionários e funcionárias do prédio central e distribuiu a edição especial do jornal “O Espelho”, com informações sobre mais esse ataque contra os direitos.

Laurito Lira Filho, diretor do Sindicato dos Bancários de Londrina e funcionário do BB, afirmou que essa onda de descomissionamentos representa o fim da GDP (Gestão de Desenvolvimento por Competências), por não levar em conta pela falta de critérios na hora retirar cargos.

“Conforme consta do Acordo Aditivo assinado entre as entidades sindicais e o banco, deverão ser observado três ciclos avaliatórios consecutivos da GDP com desempenhos negativos para justificar a dispensa da função e o consequentemente corte da remuneração, mas isso não está sendo mais observado”, argumenta.

Segundo Laurito, a Comissão de Empresa e o conjunto do movimento sindical vão cobrar respostas a respeito dessa mudança feita pelo BB que está gerando muita perplexidade e temor no funcionalismo.

Para evitar surpresas, ele orienta os funcionários e funcionárias a ficarem atentos nas avaliações da GDP, anotando comentários e qualquer coisa que possa necessária na hora de questionar o resultado desse procedimento.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram