Sindicato da Paraíba se reúne com a Caixa para discutir atendimento no pagamento das inativas do FGTS

Nesta quinta-feira (2), a diretoria do Sindicato dos Bancários da Paraíba se reuniu com o superintendente regional da Caixa Econômica Federal na Paraíba, Marcus Vinicius Fernandes Neves, para tratar da abertura das unidades da Instituição Financeira Pública aos sábados, para atendimento às demandas relacionadas ao pagamento de Contas Inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

O Superintendente da Caixa chamou o Sindicato para apresentar o Plano de Atendimento para prestar serviços aos cidadãos, em consonância com os ditames da Medida Provisória 763/2016.

“Estamos abertos ao diálogo com a representação dos empregados, vamos respeitar os direitos trabalhistas dos funcionários e viabilizar o cumprimento da MP 763, que autorizou a liberação de saque nas contas inativas do FGTS para trabalhadores com o contrato de trabalho encerrado até 31/12/2015. No país, os saques abrangem cerca de 30 milhões de trabalhadores, sendo 164 mil só aqui na Paraíba”, explicou Marcus Vinicius.

Segundo informou a superintendência da Caixa, à exceção de abril, mês em que o cronograma de pagamentos coincide com a Semana Santa, a Caixa vai abrir suas portas, das 9h às 15h, para atendimento à liberação de saques nas contas inativas do FGTS nos seguintes sábados: 11 de março, 13 de maio, 17 de junho e 15 de julho.

Marcelo Alves, presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, informou que a Entidade vai acompanhar de perto a abertura do expediente aos sábados e exigir respeito às leis trabalhistas. “Vamos dar crédito às afirmações do Superintendente Marcus Vinicius, de que a adesão dos funcionários para trabalhar aos sábados é espontânea e que não sofrerão represálias os que não aceitarem essa jornada extraordinária. Até porque entendemos que a liberação de saques nas contas inativas do FGTS vai aliviar a vida financeira de muitos trabalhadores e, consequentemente, aquecer a economia. Mesmo assim, vamos ficar de olhos bem abertos para defender os direitos dos bancários”, concluiu.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram