Seeb RO conquista reintegração de bancário do Santander

Banco insiste em demissão de bancário lesionado e Justiça volta a reintegrá-lo

O Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB-RO) impetrou ação junto à Justiça do Trabalho para a reintegração definitiva do bancário do Santander, que havia sido demitido pela segunda vez em menos de quatro anos. Após uma longa espera, que causou inúmeros prejuízos ao trabalhador, a Justiça concedeu a sua reintegração definitiva na agência da avenida José de Alencar, em Porto Velho.

O bancário havia sido demitido pelo Santander, pela primeira vez, em agosto de 2016, mesmo sendo portador de doença ocupacional (LER/Dort). Naquela oportunidade o banco chegou a suscitar que o trabalhador teria adquirido a doença fora do local de trabalho, alegação não comprovada em nenhum momento perante a Justiça.

Mesmo com a decisão anterior da Justiça que definia a pena de multa diária de R$ 1 mil, o banco não cumpriu a sentença proferida pela Juíza do Trabalho Elisa Augusta de Souza Tavares, da 7ª Vara do Trabalho de Porto Velho, e só após o prazo limite ter expirado e a Justiça elevar o valor da multa para R$ 2.000, por dia, é que o Santander resolveu reintegrar o bancário.

Porém, a perseguição do banco espanhol não parou por aí e, no dia 5 de agosto de 2019 voltou a demitir o bancário, sem justificativa plausível e desconsiderando completamente os mais de 30 anos de dedicação do trabalhador ao banco.

Contudo, a Justiça do Trabalho, por meio de decisão do Juiz do Trabalho Substituto Wagson Lindolfo José Filho (2ª Vara do Trabalho de Porto Velho – TRT 14), concedeu tutela de urgência que determina que o Santander reintegre o bancário, na mesma agência, e o encaminhe para a Previdência Social para a habilitação ao recebimento do benefício de auxílio-doença.

O não cumprimento acarretará ao banco multa diária no valor de R$ 500 (quinhentos reais), até o limite de 20 (vinte) dias, em benefício do trabalhador.

A ação foi conduzida pelo advogado Castiel Ferreira de Paula (do Escritório Fonseca & Assis Advogados Associados, que presta assessoria jurídica ao SEEB-RO.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram