Santander demite bancário com estabilidade pela segunda vez

Sindicato dos Bancários de Campos dos Goytacazes e Região (RJ) está analisando o caso e vai acionar a Justiça para reintegrar o trabalhador

O Santander mais uma vez desrespeita a legislação e demite um bancário que tem sua estabilidade assegurada pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Nesta quarta-feira, 17, um funcionário com 28 anos de carreira, dirigente da Cooperativa Habitacional dos Bancários de Macaé e Campos há mais de 10 anos, foi comunicado pelo banco de sua demissão. O departamento jurídico do Sindicato dos Bancários de Campos dos Goytacazes e Região (RJ) está analisando o caso e vai acionar a Justiça para reintegrar o trabalhador.

Esta não é a primeira vez que o mesmo bancário é demitido pelo Santander. Gerente de atendimento da agência 1471, no Centro de Campos, é diretor de planejamento da Cooperativa e está no terceiro mandato. Ele tinha sido demitido em novembro de 2015 e reintegrado em setembro de 2018, por meio de ação vitoriosa do Sindicato que conseguiu em duas instâncias o reconhecimento da estabilidade. Com a demissão de hoje, o banco ignorou a sentença que garantiu a estabilidade do bancário e voltou a descumprir a lei.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram