Reunião na Caixa em Jaguariaíva (PR) chama bancários para defender direitos

A mobilização da categoria para a Campanha Nacional Unificada 2018 na base do Sindicato dos Bancários de Arapoti (PR) prosseguiu nesta quinta-feira (23/08) com reunião na agência da Caixa Econômica Federal em Jaguariaíva.

Dirigentes do Sindicato fizeram relatos a respeito das negociações gerais com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e as específicas com o Banco do Brasil e a Caixa, ressaltando que para fazer frente à intenção dos bancos de impor retrocessos nos direitos é preciso construir um movimento forte de pressão.

“Alertamos os bancários e bancárias da Caixa que se não surgirem propostas que se aproximem das nossas reivindicações nas rodadas de negociações de hoje o jeito vai ser deflagrar greve, pois é dessa forma que eles costumam entender o que a gente quer”, relata Carlos Roberto de Freitas, presidente do Sindicato de Arapoti.

Carlos lembra que desde o início da Campanha 2018 os Sindicatos têm alertado a categoria para as dificuldades das negociações com os bancos, levando em conta a nova legislação trabalhista.

Querendo tirar proveito disso, tanto a Fenaban, quanto o BB e a Caixa apresentaram propostas com inúmeras alterações em direitos previstos na Convenção Coletiva de Trabalho e nos Acordos Aditivos vigentes.

“Nosso lema é nenhum direito a menos e para que isso aconteça precisaremos do engajamento de todos nas atividades da Campanha deste ano”, ressalta o dirigente.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram