Protestos em todo o país marcam Dia de Luta contra demissões no Itaú

Bancários do Itaú em todo o país realizaram atividades nesta quinta-feira (17) para protestar contra as demissões que vêm crescendo no banco, houve paralisações e distribuição de jornal denunciando a piora das condições de trabalho e do atendimento. O CT-Centro Tecnológico, em São Paulo, com cinco mil funcionários, ficou paralisado até as dez horas da manhã.

“Com o Dia Nacional de Luta quisemos chamar a atenção para o fato de que, mesmo apresentando um excelente resultado em 2016, lucrando R$16,3 bi até agora, o banco tem intensificado as demissões. Nos bancos digitais, além das demissões, o banco tem impedido os sindicatos de dialogar com os funcionários”, afirma Jair Alves, coordenador da COE- Comissão de Organização dos Empregados.

A pedido da Contraf-CUT, haverá reunião com o Itaú no próximo dia 30: “O banco havia se comprometido a discutir a questão do emprego a cada três meses, queremos todos os dados e uma resposta sobre o que vem acontecendo”, destaca Jair.

Clique aqui e veja a galeria de fotos do dia.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram