Movimento sindical reivindica instalação de protetores de acrílico no Mercantil do Brasil

A reivindicação é motivada pelo grande fluxo de beneficiários do INSS às agências do Mercantil do Brasil

Para trazer mais segurança aos funcionários e ao grande volume de clientes e aposentados do INSS que utilizam os serviços do Mercantil do Brasil, a Comissão de Organização dos Empregados (COE/BMB), enviou ofício ao RH do banco reivindicando a instalação imediata de protetores de acrílico policarbonato em todas as agências e unidades de atendimento.

A reivindicação é motivada pelo grande fluxo de beneficiários do INSS às agências do Mercantil do Brasil e a proximidade e possível contato físico, o que coloca em risco a vida e a saúde desses usuários e dos bancários que irão atendê-los.

Essas medidas já foram conquistadas pelo movimento sindical em outras instituições financeiras que atendem um grande volume de clientes bancários, como a CAIXA. Ela anunciou que, até dia 20 de abril, os protetores de acrílico serão instalados em 1.600 agências e em todas as unidades até 5 de maio. Medidas parecidas também já estão sendo tomadas em outras empresas dos mais variados ramos, como supermercados, padarias e farmácias.

Para Marco Aurélio Alves, que é funcionário do Mercantil, diretor do Sindicato e coordenador nacional da COE/BMB, medidas como podem ser implementadas em um tempo relativamente rápido. “Mesmo não sendo uma obrigação legal a instalação dos protetores, antes de mais nada é uma forma de trazer mais segurança e tranquilidade aos trabalhadores e também aos milhares de beneficiários do INSS atendidos todos os dias nas agências e unidades de atendimento do Banco Mercantil do Brasil”, afirmou.

Vanderci Antônio da Silva, funcionário do Mercantil e diretor do Sindicato, também destacou que o movimento sindical e os trabalhadores entendem que essas ações são de simples implementação e têm custo baixo diante dos benefícios para todos os envolvidos no atendimento bancário. “Esperamos que o Mercantil tenha a sensibilidade em responder em tempo hábil aos anseios de seus funcionários e clientes”, concluiu.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram