Mobilização em Londrina está próxima do auge do ano passado

No 18º dia de greve da categoria no ano passado, a base de Londrina registrou uma das maiores adesões dos últimos tempos, com o fechamento de 118 agências e a mobilização de 2.050 bancários e bancárias. Nesta sexta-feira (23), o Sindicato dos Bancários de Londrina conta com a paralisação de 116 agências e quatro PABs (Postos de Atendimento Bancário), o que representa a participação de 1.956 pessoas na luta por avanços nas negociações com os bancos.

“Apesar das pressões constantes dos gestores, conseguimos manter o quadro da greve nesta semana e a intenção é conseguir novas adesões a partir de segunda-feira, trazendo para o movimento agências de cidades mais distantes”, explicou Regiane Portieri, presidenta do Sindicato de Londrina.

Para isso, Regiane diz que a diretoria vai aguardar a definição das estratégias pelo Comando Nacional dos Bancários, que estará reunido dia 26 de setembro em São Paulo. “Se até lá a Fenaban, o BB e a Caixa não retomarem as negociações vamos intensificar as paralisações, pois é só assim que eles vão apresentar uma proposta capas de contemplar nossas reivindicações”, avaliou.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram