Lucro de empresas na bolsa cai, mas ganhos de bancos crescem 42%

As 317 empresas com ações negociadas na Bovespa lucraram, juntas, R$ 25,7 bilhões no primeiro trimestre do ano, segundo levantamento da Economatica. O resultado representa uma queda de R$ 18,2 bilhões, ou 41,4%, em relação ao mesmo período de 2014. O setor bancário, no entanto, foi na direção contrária: os ganhos das 25 empresas do setor somaram R$ 17,7 bilhões de janeiro a março, um crescimento de 42,8% frente ao ganho de R$ 12,4 bilhões nos mesmos meses do ano passado – o maior lucro entre os 24 setores pesquisados.

O Banco do Brasil teve o maior lucro entre as empresas de capital aberto no primeiro trimestre, de R$ 5,81 bilhões. O Itaú aparece em segundo lugar, com ganho de R$ 5,7 bilhões.

A Petrobras, que em 2014 teve prejuízo, é a terceira colocada no ranking dos maiores ganhos, com R$ 5,33 bilhões.

A maior parte do recuo no lucro das empresas no trimestre veio da Vale. A mineradora teve prejuízo de R$ 9,5 bilhões, depois de registrar um lucro de R$ 5,9 bilhões no primeiro trimestre do ano anterior.

Desconsiderando a Vale, o lucro das 316 empresas restantes no levantamento mostrou queda de 7,4% na comparação entre primeiros trimestres, ou R$ 2,82 bilhões, para R$ 35,3 bilhões.
Dos 24 setores listados, 14 tiveram queda na lucratividade, enquanto dez tiveram crescimento. Seis deles tiveram prejuízo no primeiro trimestre, aponta a Economatica.

Além da mineração, com perdas de R$ 9,8 bilhões puxadas pela Vale, registraram prejuízo os setores de construção (-R$ 2,2 milhões), locadora de imóveis (-R$ 101 milhões), veículos e peças (-R$ 258 milhões), transporte e serviços (-R$ 350 milhões), e papel e celulose (-R$ 2 bilhões).

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram