Mesmo com as pressões greve se intensifica em Rondônia

Ameaças e até mesmo uma manobra da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RO) que tenta pressionar os grevistas a atenderem advogados, além de uma boataria contrária à greve  que começa a se espalhar nas redes sociais e em grupos de WhatsApp. Nada disso está sendo capaz de intimidar os trabalhadores que, nesta quinta-feira, chegaram ao 24º dia de braços cruzados em Rondônia, confirmando 115 das 130 agências existentes no Estado, fechadas.

Fortalecer a greve, ssa é a prioridade dos grevistas após os dois dias (27 e 28) que se seguiram na negociação em que a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) voltou a desrespeitar a categoria com a oferta de um acordo que teria validade de dois anos, mas que já neste ano representaria uma gigantesca perda para os bancários.

A insistente proposta de reajuste de 7% nos salários, vales e auxílios, aliada a um abono que aumentou de R$ 3.300,00 para R$ 3.500,00, confirma que realmente existe uma nefasta política dos bancos em rebaixar os salários e trazer perdas para o agora e para o futuro dos bancários. Isso sem mencionar que os banqueiros sequer discutem, nas mesas de negociação, outros pontos importantes da pauta de reivindicações dos trabalhadores, que são garantia e proteção ao emprego, mais contratações, saúde, condições de trabalho, fim do assédio moral e das metas abusivas e igualdade de oportunidades.

"Os bancos perderam uma grande chance de acabar com esta longa greve que já se arrasta por mais de 20 dias e só causa transtornos para a população. Era uma oportunidade deles, enfim, garantirem índices justos aos trabalhadores, mas novamente ficou comprovado que o que querem é apenas lucrar mais e mais, e desvalorizar aqueles que são os responsáveis por estes lucros, os seus funcionários. Portanto, não há outra alternativa a não ser fortalecer ainda mais a greve, para mostrar a estes banqueiros que com a união, com a força do trabalhador, não se joga, não se brinca", avaliou Euryale Brasil, secretário geral do Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB-RO).

 

 

 

 

 

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram