Greve forte entra para o 17º dia com repressão dos bancos em Campina Grande e região

A maior greve da história da categoria bancária entra nesta quinta-feira (22), para o 17º dia. A paralisação tem incomodado os bancos. Hoje, funcionários do Bradesco da agência Marquês do Herval, em Campina Grande, foram obrigados a comparecer a unidade para trabalhar.

Após uma conversa com o Sindicato, e a conscientização política de todos, os funcionários decidiram fortalecer ainda mais o movimento grevista e não entrar na agência, abortando assim, a tentativa repressiva e arbitrária do Bradesco.

“Esse é só mais um exemplo que os bancos não respeitam os trabalhadores, não respeitam a lei de greve. Mas, com a nossa força e unidade iremos novamente quebrar essa intransigência e conseguir um bom acordo coletivo”, frisou Rostand Lucena, presidente do Sindicato.

Os bancários irão participar, nesta quinta, da paralisação nacional contra a retirada de direitos, rumo à greve geral. Um grande ato será realizado a partir das 14h, na Praça da Bandeira, Centro de Campina Grande.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram