Emprego é o tema principal da mesa de negociação entre a COE e o Bradesco, nesta quarta-feira (25)

A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco realizou na manhã desta terça-feira (24), na sede da Contraf-CUT, em São Paulo, uma reunião preparatória para a negociação com o Bradesco, que acontece nesta quarta-feira (25),  na sede do banco, na Cidade de Deus, região metropolitana de São Paulo. Emprego é o tema principal na mesa de negociação, além da retomada das negociações da campanha de valorização dos empregados do banco Bradesco.  

Na ocasião, técnicos do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) apresentaram um estudo sobre o banco digital, tema que está diretamente relacionado com a questão do emprego. De janeiro a março de 2016, o Bradesco cortou 1.466 postos de trabalho em todo o Brasil. No mesmo período, o banco teve lucro líquido ajustado de R$ 4,113 bilhões, equivalente a uma redução de 3,8% em relação ao mesmo período de 2015. Em apenas um ano, de março de 2015 a março de 2016, foram 3.581 empregos a menos no segundo maior banco privado do país.
 

Segundo o coordenador da COE Bradesco, Gheorge Vitti, na oportunidade, os representantes dos trabalhadores puderam fazer troca de experiências e informações sobre o tema emprego, assim como as questões que derivam sobre o tema em relação a compra do HSBC, entre outros pontos que fazem parte da minuta específica. O consenso geral por todo o país é a preocupação pelas demissões e falta de novas contratações, visto que o banco tem diminuído consideravelmente os postos de trabalho.  “Vamos insistir com o Bradesco sobre a permanência dos postos de trabalho, pois o nosso bem maior é o emprego decente. A partir daí, discutimos outras cláusulas, que inclui melhores condições de trabalho, maior valorização dos trabalhadores, entre outros temas importantes”, pontuou Gheorge. 

Ponto eletrônico
No período da manhã, às 10h, antes da reunião de negociação, a área técnica e a área de Relações Sindicais, ligadas à diretoria de RH do Bradesco irão apresentar para os representantes dos trabalhadores o projeto que vincula o Ponto Eletrônico à Plataforma/Estação de Trabalho. 

Diante deste assunto, a COE do Bradesco vai fazer os questionamentos sobre emprego e jornada de trabalho. “Esta apresentação atende uma reivindicação antiga da nossa comissão. Colocar na prática a vinculação destas duas plataformas visando assim garantir a real jornada do trabalhador”, finalizou Gheorge.

 

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram