Diretores do SEEBF-PI se reúnem com o novo superintendente do BB no Piauí

Diretores do Sindicato dos bancários do Piauí se reuniram, nesta quarta-feira (12/08), com o novo superintendente do Banco do Brasil no Piauí, senhor Antônio Ivã, com objetivo de apresentar o Sindicato ao novo superintendente, e ao mesmo tempo tratar de demandas que categoria. Participaram da Reunião os diretores Arimatea Passos (presidente), Carlos Arias Camarão e Gilberto Machado.

Em pauta, questões como a situação de agências vítimas de explosão que ainda estão fechadas ou não funcionando plenamente; avalição de funcionários; atendimento dinâmico, segurança, itens do Acordo Coletivo de Trabalho recentemente assinado, Cassi e outras questões.

“A reunião foi para conhecer o novo superintendente. Explicar nossa conjuntura e nosso pensamento. Aproveitamos para cobrar a resolução para 12 agências no Piauí que foram explodidas e ainda não recuperadas plenamente. Cada situação dessa é uma preocupação para todos nós, para o banco por questão de negócios, e para nós pela preocupação com os funcionários. Nós cobramos essa questão e o superintendente nos informou sobre dificuldades locais, em virtude de ter que fazer licitações para a reconstrução de agências, até porque, pelo tamanho do banco no país, tem todo um processo a cumprir. O Banco do Brasil de Oeiras, por exemplo, está em processo de licitação para a reconstrução. Esperamos que em seis meses, a maior parte desses casos estejam resolvidos”, afirmou Arimatea Passos.

O novo superintendente, Antônio Ivã, também ressaltou a importância da boa relação e a disposição para a solução das demandas apresentadas. “Foi uma reunião de boas vindas e saber quais são as demandas, as preocupações e a partir daí construir as soluções. Reunião muito proveitosa, um clima bem harmônico. Algumas questões foram levantadas e me comprometi em retribuir a visita ao sindicato já levando algumas alternativas e soluções de alguns pontos que foram abordados aqui. Estou chegando ao estado do Piauí, vou completar um mês na administração do banco aqui no Estado e para mim está sendo muito proveitoso”, afirmou Ivã.

Sobre a questão da atualização do sistema do banco em relação à flexibilização do horário de almoço (que consta na nova CCT), o superintende ficou encaminhar e buscar saber no setor de informática do Banco do Brasil quando vai funcionar de fato e as pessoas terem essa opção no sistema do BB.

Já em relação à Cassi, o presidente do SEEBF-PI, Arimatea Passos, ressalta que foi apresentada a posição do Sindicato. “Mostramos nossa posição e porque nós somos contrários ao que a Cassi está querendo propor em votação. Indicamos o voto Não, até que haja uma nova possibilidade de negociação e possamos chegar a um consenso. Todos sabemos que a Cassi precisa avançar, mas também sabemos que ela precisa ter uma vida longa para poder atender todos os aposentados, os novos e os futuros”, afirmou.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram