Coronavírus faz 24ª Parada Gay ser adiada para o mês de novembro

Evento que estava previsto para o dia 14 de junho foi transferido para 22 de novembro
Crédito: EDUARDO ANIZELLI/FolhaPress

A pandemia provocada pelo coronavírus alterou eventos e rotinas de trabalho em todo o mundo. Por esse motivo, a 24ª Parada do Orgulho LGBTQIA+ de São Paulo, que estava programada para acontecer em 14 de junho, foi adiada para o dia 22 de novembro.

De acordo com Adilson Barros, diretor da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), a comunidade LGBTQIA+  está consciente do seu papel e reafirma a importante medida adotada pelo governo estadual e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) na questão do isolamento e da colaboração no combate a mais uma pandemia.  “Estaremos sempre na luta por direitos e combate ao preconceito e não será diferente em relação ao coronavírus, que dialoga na totalidade com o tema da parada deste ano: “Sejamos o pesadelo dos que querem roubar nossa Democracia””, afirmou.

Segundo a diretoria da Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo a alteração da data se deu por conta do risco de proliferação da doença por causa da aglomeração de pessoas e da quantidade de estrangeiros que visitam o país nesta época para participar do evento. O governo do estado de São Paulo também proibiu a realização de eventos com mais de 500 pessoas após o aumento de casos.

Em 2019, o evento reuniu uma multidão nas ruas da Avenida Paulista, em São Paulo. Cerca de três milhões de pessoas participaram do evento que também foi marcado pelo posicionamento político contra as declarações homofóbicas do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Neste ano, o protesto não deve ser diferente. “Deixamos claro, desde já, que a Parada Gay 2020 será um grande ato contra o presidente Jair Bolsonaro, que sempre nos atacou e vem estimulando o ódio em todos os espaços da sociedade”, concluiu o diretor da Contraf-CUT.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram