Contraf-CUT realiza seminário sobre saúde do trabalhador na quarta (10)

Evento debate estratégias de combate às políticas de avaliação de desempenho e descomissionamentos praticadas pelos bancos
Asian business man looking into his tablet computer and having headache

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) realiza, na quarta-feira (10), às 9h, em São Paulo, o Seminário sobre metas abusivas e adoecimento no trabalho para debater estratégias de combate às políticas de avaliação de desempenho e descomissionamentos praticadas pelos bancos.

De acordo com Mauro Salles, secretário de Saúde do Trabalhador da Contraf-CUT, é fator de grande preocupação do movimento sindical bancário o alto índice de adoecimento, especialmente por problemas psíquicos. “O principal fator disso é a pressão por resultados, metas abusivas e a forma da cobrança, especialmente através do assédio moral impulsionado pelas formas de gestão dos bancos. O Seminário busca aprofundar o debate para nos preparar para a mesa de saúde junto à Fenaban, uma vez que os bancos aceitaram debater o problema”, afirmou.

A programação do seminário contará com palestrantes renomados para falar sobre os assuntos: metas abusivas e riscos psicossociais e os impactos à saúde dos bancários, metas abusivas, seus limites legais e a estratégia jurídica de enfrentamento, programa de resultados AGIR/TRILHAS (Itaú) como prática de assédio moral coletivo e métodos de gestão dos bancos.

Também participarão do debate membros do Comando Nacional dos Bancários, do Coletivo Nacional de Saúde e assessorias técnicas dos sindicatos e federações.

Confira a programação:
9h – abertura

9:30 – As metas abusivas e riscos psicossociais e os impactos à saúde dos bancários.
Expositora: Elisa Ferreira, psicóloga, especialista em psicologia clínica, perita assistente na justiça do trabalho, consultora e assessora em saúde do trabalhador. Membro da comissão intersetorial em saúde do trabalhador e da Comissão de saúde mental do conselho municipal de saúde de Florianópolis . Pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Educação e Saúde – CNPq.

11:00 – Metas abusivas, seus limites legais e a estratégia jurídica de enfrentamento.
Expositores: Jane Salvador de B. Gizzi, Advogada Trabalhista; Mestre em Direito Econômico e Social PUC/PR; professora licenciada do Centro Universitário Unibrasil; Membro do Instituto DECLATRA.

Antônio Vicente Martins – AVM Advogados/ assessor SindBancários Porto Alegre

12:30h – Intervalo para almoço

13:30 – Programa de resultados AGIR/TRILHAS (Itaú) como prática de assédio moral coletivo.
Expositor: André Guerra – Psicólogo (Porto Alegre/RS)

14:30 – Os métodos de gestão dos bancos; O que são metas abusivas; ferramentas gerenciais para impor as metas; assédio moral como ferramenta de gestão; metas e o adoecimento; como enfrentar esta realidade.

Expositora: Sofia Vilela de Moraes e Silva – Mestre e Doutora em Direito, Procuradora do Trabalho, Vice-Coordenadora Nacional da Coordigualdade (Coordenadoria Nacional de Promoção de Igualdade de Oportunidades e Eliminação da Discriminação no Trabalho) do Ministério Público do Trabalho – MPT

16:00 – Encerramento

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram