Contraf-CUT participa de ato contra a homofobia em São Paulo

Protesto também defendeu a democracia e pela liberdade de Lula

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) participou de um ato organizado pelo grupo da diversidade, na República, em São Paulo, em defesa da democracia e dos direitos LGBT’s.

A manifestação começou às 18h e contou com a participação de diversas entidades do movimento sindical. Para Adilson Barros, dirigente da Contraf-CUT, a comunidade foi às ruas para pedir a liberdade de Lula e defender a democracia. “Reconhecemos que o governo de Lula e Dilma foi o que mais combateu a homofobia no país. Ninguém solta a mão de ninguém. Precisamos continuar buscando os nossos direitos e dizer que nada vence o amor”, afirmou.

De acordo com o Atlas da Violência 2019, o Brasil registrou um aumento de casos de violência contra a comunidade LGBT no Brasil. Com base nas denúncias registradas pelo Disque 100 – canal que recebe, analisa e encaminha denúncias de violações de direitos humanos relacionados a vários grupos, como crianças, idosos, LGBTI+, entre outros –, houve um crescimento de 127% no número de homicídios contra a população LGBT: o total que, em 2011, era de 5 casos, aumentou para 193 casos, em 2017.

Um novo ato será realizado, nesta quarta-feira (3), no Largo da Batata, em São Paulo.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram