Contraf-CUT e sindicatos discutem gratificação com banco chinês

Nesta quinta-feira (5), a Contraf-CUT e sindicatos se reúnem junto ao BicBanco para discutirem sobre um acordo de gratificação aos funcionários da instituição financeira.

O banco chinês deu prejuízo no primeiro semestre deste ano e, portanto, não pagou a PLR aos seus funcionários. O ano passado foi feito um acordo de gratificação de R$ 3mil.

Segundo Jair Alves, diretor da Contraf-CUT, como o banco não havia se comunicado ainda neste ano e devido ao número de funcionários que vem buscando esclarecimentos, a Contraf-CUT procurou a instituição e marcou uma reunião para discutir um acordo de gratificação. “Vamos dialogar com o banco chinês um valor que venha satisfazer a expectativa dos bancários”, concluiu.

A reunião será nesta quinta-feira (5), às 10h30, na sede da Contraf-CUT, em São Paulo.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram