Câmara ‘convida’ Moro para esclarecer conversas com força-tarefa da Lava Jato

Ministro da Justiça deveria ter participado de audiência na terça-feira (25) para falar de conteúdo revelado pelo The Intercept Brasil

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (26) requerimento que “convida” o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, para audiência pública em que esclareça as revelações do site The Intercept Brasil, sobre as mensagens trocadas com integrantes da Operação Lava Jato.

O ex-juiz deveria ter participado na terça-feira (25) de audiência na própria Câmara, mas cancelou o compromissodevido a uma viagem aos Estados Unidos. Ele já participou de audiência no Senado.

Segundo o presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR), Moro se colocou “à disposição” para comparecer na próxima terça-feira (2), às 14 horas, para reunião conjunta da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público com a de Direitos Humanos e Minorias e também a de Fiscalização Financeira e Controle.

Em audiência na terça-feira, o jornalista Glenn Greenwald, do The Intercept, declarou que “em qualquer país democrático, se algum juiz fizesse o que Moro fez, receberia punição”. “Com certeza perderia seu cargo e seria proibido de exercer a advocacia. É impensável um juiz agir assim”, disse.

Fonte: Rede Brasil Atual

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram