BNB demite banc rios com 30 anos de servi‡o

(Recife) Funcionários do BNB são demitidos sem justa causa, após mais de 28 anos de serviço, por reclamarem seus direitos na Justiça. O banco não admite. Mas, coincidentemente, os dois bancários foram demitidos depois de terem obtido sucessivas vitórias judiciais nas ações em que reclamavam horas extras do banco, provenientes da gestão de Byron Queiroz.

 

Marcos Antônio Viana Pereira da Luz tem mais de 30 anos de serviços prestados ao banco. Ruben Gouveia de Oliveira, 28 anos de BNB. Ambos da agência Agamenon, foram dispensados sem justa causa na semana passada. Isso contraria a convenção da OIT – Organização Internacional do Trabalho, que garante que os trabalhadores não sejam demitidos sem motivação. No caso dos bancos federais, a legislação exige: para serem dispensados, só por justa causa e com abertura de inquérito administrativo.

 

O Sindicato de Pernambuco entrou em contato com a superintendente de Recursos Humanos do banco, Zilana Melo, que até o momento não ofereceu qualquer solução política para o caso. Preferiu deixá-lo nas mãos da Justiça. O Sindicato não homologou as demissões e está entrando em contato com parlamentares e com o Governo Federal.

 

Nesta quinta, um ato público será promovido em frente à agência Agamenon para dar visibilidade ao fato. ‘Para nós, esta foi uma forma do banco pressionar os que têm ações na Justiça. Não podemos admitir isso: é um acinte à cidadania’, afirma o presidente do Sindicato, Marlos Guedes. 

 

Fonte: Seec PE

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram