Bancários paralisam agências em Alagoas contra proposta insuficiente da Fenaban

Indignados com a proposta apresentada pelos bancos na negociação de ontem (21), que prevê aumento real de apenas 0,5% e reduz direitos assegurados na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), bancários de Alagoas paralisam desde o início da manhã de hoje (22) agências do Bradesco, Itaú, Santander, Safra, Banco do Brasil, Caixa Econômica e Banco do Nordeste. O movimento, coordenado pelo Sindicato, atinge uma unidade de cada banco no centro de Maceió, e seguirá até às 12 horas.

     > Clique aqui para ver fotos

A paralisação é um recado e um alerta aos negociadores da Fenaban, que não demonstraram, até agora, disposição para chegar a um acordo apenas negociando. As tratativas entre a federação patronal e o Comando Nacional dos Bancários continuam amanhã (23), podendo evoluir ou terminar em impasse. “No caso de impasse, a categoria vai decidir em assembleias o rumo que iremos tomar”, disse José Aragão, diretor do Seec-AL.

A exemplo do que ocorre em Alagoas, bancários de outros estados também realizam manifestações e paralisações, com o objetivo de pressionar os bancos na mesa de negociação. As atividades também intensificam o grau de mobilização dos trabalhadores, que podem deflagrar formas de luta mais contundentes.

“Pedimos a categoria que permaneça atenta e acompanhando as negociações. Em breve estaremos repassando o desfecho das reuniões e as orientações do Comando Nacional dos Bancários”, disse Márcio dos Anjos, presidente do Sindicato, membro do Comando e participante das negociações.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram