Bancários do Piauí se reúnem com gerente geral da Gepes Nordeste II do BB

Na pauta do encontro, estavam as remoções compulsórias, a alteração da Instrução Normativa de aposentadoria e da devolução dos valores da PLR

Primando pelo bom relacionamento institucional em prol da categoria bancária, diretores do Sindicato dos Bancários do Piauí (SEEBF-PI) se reuniram com o gerente geral da Gerencia Regional de Pessoas (Gepes Nordeste II) do Banco do Brasil, Marcelo Barquet. Na pauta do encontro, realizado nesta quinta-feira (09), estavam as remoções compulsórias [fruto do PAQ], a alteração da Instrução Normativa de aposentadoria e da devolução dos valores da PLR [referente à contribuição negocial], entre outros temas.

Gilberto Soares, presidente em exercício do SEEBF-PI, ressalta que a vinda do gerente da Gepes Nordeste II ao Piauí estreita os relacionamentos institucionais para dar celeridade e transparência aos processos.

“É muito importante para que possamos dar uma resposta à altura e com prazo célere às demandas dos nossos associados. Tínhamos uma pauta extensa, dentre elas as remoções compulsórias no BB que têm demandado muito esforço. Temos feito uma demanda grande à Gepes Teresina e Gepes Nordeste e já conseguimos resolver algumas, conseguido algumas respostas que vamos repassar aos funcionários. Ficamos satisfeitos com o nível da reunião e esperamos que com essa proximidade a gente consiga mais celeridade a essas respostas que os funcionários do BB estão esperando”, disse Gilberto.

O diretor do SEEBF-PI, Arimatea Passos, destacou que se passa por um momento muito delicado dentro do Banco do Brasil e que o debate buscou encontrar as melhores soluções possíveis para a situação dos funcionários atingidos pelas remoções compulsórias.

“Ele ouviu e anotou nossas reivindicações dos companheiros do interior do Estado que nesse momento estão aflitos com o que está acontecendo e com a perspectiva futura dentro do BB. Pontuamos cada item, que foi respondido e possivelmente vamos encontrar uma melhor solução. Vamos repassar para os companheiros que estão nessa situação e ver qual é a opção mais adequada. Vamos acompanhar e aguardar o retorno e andamento dessas ações que a Gespes pretende, no seu campo de ação. Foi esclarecido também que todos os funcionários afetados nesse processo de remoção terão direito às verbas pela instrução normativa do Banco do Brasil”, afirmou Arimatea.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram