Bancários do Piauí aprovam em assembleia a Prestação de Contas 2018 e Provisão Financeira do Sindicato para 2019

Mais um ciclo completo de eficiência, bons investimentos e gastos com responsabilidade, assim foi a Assembleia Extraordinária de Apreciação e aprovação da Prestação de Contas 2018 e Provisão Financeira para 2019 do Sindicato dos Bancários do Piauí (SEEBF-PI), que aconteceu na sexta-feira, (22), na sede do SEEBF-PI.

Estiveram presentes compondo a mesa, o presidente da Diretoria Executiva, Arimatea Passos; a tesoureira, Lusemir Carvalho; o presidente do Conselho Fiscal, Manoel Bonifácio; e o contador do Sindicato, Adoni Jessé. De forma clara, foram apresentados os dados, esclarecidas perguntas e questionamentos.

“É uma Assembleia tão importante quanto a da Campanha salarial, porque o associado vê a destinação do que foi gasto e a provisão para o futuro. É importante ressaltar que algumas receitas que tínhamos no passado, como o imposto sindical que era importante para estruturar a luta, foi abolido. Por isso, nós aprovamos em 2018 a Contribuição Negocial que tem o mesmo objetivo de patrocinar a luta sindical, já que a receita dos associados é destinada para a manutenção do Sindicato. Em 2019, uma das lutas principais será a defesa dos bancos públicos, defesa do emprego nos bancos privados, além da luta em defesa da Previdência pública. Essa luta sindical precisa de recursos, de estrutura e isso passa por essa Prestação de contas e da provisão para 2019”, afirmou Arimatea Passos, presidente do SEEBF-PI.

Avaliada e aprovada pelo Conselho Fiscal, a Assembleia demonstrou a eficiência do trabalho com os recursos dos associados. O presidente do Conselho Fiscal, Manoel Bonifácio, também destacou a luta que virá pela frente. “O Sindicato trabalha com recursos de associados e a prestação de contas é uma obrigação que se impõe sempre verdadeira em acordo com essa Diretoria, que procura sempre fazer o melhor na aplicação dos recursos. Nós estamos diante de uma situação muito imprevisível, de um governo totalmente desalinhado com os movimentos sociais, isso de alguma forma gera maiores custos para o sindicato, que precisará fazer enfrentamentos mais duros”, avaliou Bonifácio.

O contador Adoni Jessé também ressaltou a transparência e eficiência do SEEBF-PI. “Essa prestação de contas é importante para toda instituição que visa a transparência, mostra o que a instituição tem arrecadado durante todo o ano e como ela tem aplicado e gasto esses recursos. 2018 foi um ano muito difícil, a receita caiu e o sindicato fez tudo para manter as despesas equilibradas e ainda tive um superávit. Isso mostra que a atual administração tem se pautado pela economia, gastando somente o necessário”, afirmou o contador Jessé.

A diretora e tesoureira do SEEBF-PI, Lusemir Carvalho, também destacou o trabalho eficiente sindicato. “Essa assembleia é de extrema importância para a categoria entender que a gente trabalha com a maior lisura e compromisso com um recurso que é da própria categoria. Trabalhamos buscando sempre a eficiência, e uma provisão para 2019 com o intuito de gastar somente o necessário. Esse ano 2019 promete ser ainda mais difícil. As receitas vão diminuir, mas estamos sempre atentos e trabalhando com todo cuidado com nossas contas”, afirmou Lusemir.

O associado e empregado do Itaú, Herbert Costa, presente à assembleia, também avaliou positivamente a prestação de contas. “É importante, dá um esclarecimento bom para a categoria. A gente consegue ver o que está sendo feito pelo Sindicato. É muito importante para a luta na defesa do funcionário, estamos na agência e é bom saber que tem o sindicato lutando por nós”, opinou o associado.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram