Bancários de Salvador paralisam Santander por exames tendenciosos

Atestado indica que bancário está apto a trabalhar, mesmo estando doente

Nesta quinta-feira (07), bancários fecharam duas agências do Santander, em Salvador, em protesto aos indícios de que os exames de retorno ao trabalho e demissionais, realizados na clínica Inova Medical, nos Barris, são tendenciosos e favorecem ao banco.

A denúncia que chegou ao Sindicato dos Bancários da Bahia é que o ASO (Atestado de Saúde Ocupacional) indica que o bancário está apto a trabalhar, mesmo que ainda esteja com doença ocupacional.

Na agência da avenida Tancredo Neves, onde também funciona a Superintendência da Bahia, Sergipe e Alagoas, o diretor do Sindicato, Adelmo Andrade, juntamente com representantes da Federação da Bahia e Sergipe, Ivan Castro e Claudevir Morais, lideraram a mobilização.

O pedido é que os procedimentos sejam feito de forma ética. “As avaliações médicas precisam ter autonomia, ética e compromisso com a saúde do trabalhador e não com interesses administrativos”, disse Ivan Castro.

Outra unidade fechada foi a da Barra, onde funciona a Superintendência de Salvador. Estiveram presentes os diretores da Feeb, Grassa Felizola, José Antônio dos Santos e Guilherme Matinez.

No fim da manhã, os dirigentes realizaram ato na clínica, para cobrar dos médicos compromisso com a atividade profissional. A repercussão foi tanta que o coordenador recebeu os bancários para uma conversa. Na ocasião, colocaram a insatisfação com a empresa.

“O Santander e a clínica serão denunciados aos órgãos competentes. O Sindicato já reuniu provas da má conduta”, explica o diretor Adelmo Andrade.

Bancários prejudicados também prestaram queixa no Cremeb (Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia). A manifestação na clínica ainda contou com o apoio da ABES (Associação Baiana de Estudantes Secundaristas) e do Sindicato dos Securitários.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram