Bancários de Londrina param Superintendência do Santander contra demissões

A agência Alto Higienópolis e a Superintendência Regional do Santander, em Londrina, tiveram as atividades paralisadas nesta quinta-feira (17), em ato liderado pelo Sindicato dos Bancários de Londrina. Os trabalhadores protestam contra demissões efetuadas pelo banco. 

Acácio dos Santos, diretor do Sindicato dos Bancários de Londrina, da Afubesp (Associação dos Funcionários do Santander/Banespa) e representante do Vida Bancária na COE (Comissão de Organização dos Empregados), relata que o motivo o corte de dois funcionários na agência do Shopping Catuaí.

Um dos dispensados era gerente Van Gogh e tinha mais de cinco anos de trabalho no banco. A outra foi uma bancária, assistente comercial pessoa jurídica, com mais de sete anos de trabalho no Santander, muito querida pelos colegas e clientes.

“Não concordamos com demissões em momento algum, mas o lado mais perverso disso é mandar para o olho da rua trabalhadores e trabalhadoras nas vésperas do Natal, após um longo ano de intensas atividades, quando todos estão se preparando para as festas e planejando as férias”, argumenta Acácio.

Para o dirigente, é injustificável que o Santander promova cortes no Brasil, país que foi responsável por 19% do lucro global do grupo espanhol e que apresentou um crescimento de 15,9% no balanço do terceiro trimestre deste ano em comparação ao mesmo período do ano passado.

“Defendemos mais contratações para manter esse ritmo e também resolver os problemas causados pela sobrecarga de serviços nas agências “, finaliza o diretor do Sindicato dos Bancários de Londrina.
 

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram