Bancários de Jundiaí derrubam projeto de lei que dispensa portas de segurança

O projeto havia sido adiado por duas vezes.

O Sindicato dos Bancários de Jundiaí e região conseguiu derrubar a votação do projeto de lei complementar que dispensa portas de segurança nas agências bancárias do município. Por meio de abaixo-assinado, mensagens e conversa direta do Sindicato com os vereadores, o projeto havia sido adiado por duas vezes.

No dia 28 de maio, os autores do PL, vereadores Paulo Sergio Martins (Cidadania) e Gustavo Martinelli (PSDB), decidiram retirar o projeto de votação. ‘’Trata-se de uma pauta de segurança pública, que atinge clientes e funcionários do banco. O ideal é que os bancos ampliem os sistemas de segurança e não o contrário como propunha o projeto’’, diz Douglas Yamagata, secretário-geral do Sindicato.

Paulo Malerba, presidente do Sindicato, destaca que toda a base se manifestou contra o projeto. “A categoria entendeu que a retirada das portas coloca a vida de todos em risco. Foi uma grande vitória para nós, trabalhadores bancários, e também para a população de Jundiaí’’. De acordo com a Febraban, o número de assaltos ocorridos em agências, desde o ano 2000, teve redução de 88,6%, e a maioria dos municípios já aderiu à instalação das portas giratórias.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram