Bancários de Caxias do Sul fazem concentração em bancos privados

Os bancários de Caxias do Sul promoveram, na manhã desta quarta-feira (28), uma manifestação silenciosa diante de duas agências de bancos privados localizadas no centro da cidade. Vestidos de preto e munidos de cartazes e faixas, os bancários se concentraram inicialmente na frente da agência do Banco Itaú da Avenida Júlio de Castilhos e realizaram a distribuição da carta aberta e telefones 0800 dos bancos, pedindo que a população ligue e pressione os donos dos bancos pelo final da greve. Em seguida o grupo se dividiu e parte ficou no Itaú, enquanto outros se dirigiram ao banco Santander, também na Avenida Júlio. A manifestação durou cerca de uma hora.

A greve continua

Na base do Sindicato dos Bancários de Caxias do Sul e Região são 53 agências paralisadas, sendo 46 em Caxias do Sul e as demais nas cidades de São Marcos, Flores da Cunha, Gramado, Canela e Farroupilha. O coordenado da Secretaria de Organização e Política Sindical, Nelso Bebber, disse que a categoria está esperando que a Fenaban apresente uma proposta decente na reunião desta tarde (28) com o Comando Nacional dos Bancários. “Com nossa luta conquistamos muitos direitos ao longo dos anos. Nos últimos 12 anos a categoria vem arrancando aumento real de salário. Este ano os donos dos bancos apresentaram, por três reuniões seguidas, uma reposição de 7%, índice abaixo da inflação. Nós, trabalhadores, somos assediados moralmente pelo cumprimento de metas, que acabam por engordar o bolso dos banqueiros. Somente nos seis primeiros meses deste ano, os cinco principais bancos brasileiros tiveram um lucro de mais de R$ 29 bilhões. Não é justo que nem mesmo a inflação eles estejam dispostos a dar para a categoria. Queremos aumento real e a manutenção de nossos direitos”, assegurou Bebber.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram