Bancários de Belo Horizonte protestam contra privatizações

A mobilização foi escolhida para marcar os 22 anos de privatização da Vale
Os ataques ao banco público afetam diretamente os funcionários e todos os brasileiros
Os ataques ao banco público afetam diretamente os funcionários e todos os brasileiros

Os bancários de Belo Horizonte se uniram a outras categorias, durante toda esta segunda-feira (06), para protestar contra a política de privatizações e de sucateamento das empresas e serviços públicos promovida pelo atual governo federal. O local escolhido pela categoria foi em frente ao prédio do Banco do Brasil, no centro da cidade.

Os malefícios das privatizações

A mobilização foi escolhida para marcar os 22 anos de privatização da Vale. Duas décadas depois, os resultados da venda da empresa estão mais do que claros com os desastres ambientais e humanos que assolaram Minas Gerais. Às 17h desta segunda-feira, será também realizada uma Audiência Pública na Assembleia Legislativa de Minas Gerais para debater de privatizações.

Censura nunca mais

Bancárias e bancários também se manifestaram, no ato desta segunda-feira, contra a censura promovida pelo presidente Jair Bolsonaro a uma campanha publicitária do Banco do Brasil. A peça publicitária que desagradou Bolsonaro exaltava a diversidade, com a presença de jovens negros e negras. Com a decisão, a exibição do comercial foi interrompida e o diretor de Comunicação e Marketing do BB, Delano Valentim, perdeu o cargo.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram