Bancárias participam da Jornada de Luta das Mulheres em Defesa da Democracia e dos Direitos

As bancárias irão participar da Jornada de Luta das Mulheres em Defesa da Democracia e dos Direitos, organizada pela CUT-SP e entidades parceira, que terá seu lançamento neste sábado (24), às 10h, no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SBC).

Com encerramento no dia 1º de Maio, a Jornada está programada uma caravana que irá percorrer a capital e cidades da Grande São Paulo e interior, com rodas de conversas, seminários, formações e atividades culturais para alertar as mulheres sobre os direitos perdidos desde que Michel Temer (MDB) tomou a Presidência por meio de um golpe.

Elaine Cutis, secretaria da Mulher da Contraf-CUT, reforça que este é o momento das mulheres se unirem e saírem as ruas para defender seus direitos, conquistados após lutas históricas. “Com o aprofundamente do golpe, o desmonte das políticas públicas e ataques aos direitos sociais e trabalhistas, com as reformas e medidas arbitrárias e inconstitucionais, as mulheres reafirmam seu compromisso de luta em defesa dos seus direitos duramente conquistados.”

Em quase um ano e meio de governo ilegítimo, Temer e sua base aprovaram uma PEC que limita os investimentos públicos em áreas como a da saúde, educação e assistência social, e uma reforma Trabalhista que precariza as condições dos trabalhadores, com impacto ainda maior para as mulheres. Há também as ameaças de uma reforma previdenciária que irá impedir muitas trabalhadoras de acessarem a aposentadoria e pautas conservadoras como o Estatuto do Nascituro, que impede aborto até em casos de estupro.

Todos esses pontos serão debatidos durante a Jornada, que também irá discutir a sub-representação feminina nos espaços de poder, incentivando a participação das mulheres nas eleições deste ano, refletir sobre o avanço do conservadorismo e aumento dos casos de feminicídio no país e defender o direito de candidatura de Lula, condenado em janeiro sem provas.

No 8 de Março, Dia Internacional das Mulheres, as trabalhadoras da CUT se unem no tradicional ato de São Paulo.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram