Agência do Bradesco é paralisada após operar com a falta de oito funcionários em Mogi das Cruzes (SP)

A agência do Bradesco da rua Princesa Isabel de Bragança, na malha central de Mogi das Cruzes (SP), teve sua abertura retardada em uma hora pelo Sindicato em protesto contra as precárias condições de trabalho de seus funcionários e atendimento ao público. A unidade operava com a falta de oito funcionários de seu quadro, sendo dois afastados por licença-maternidade, três por doença ocupacional, um demitido e dois em férias.

Diante do abuso por parte da instituição financeira que não providenciou a reposição dos funcionários ausentes, a agência foi aberta ao meio-dia após a vinda de trabalhadores de outras unidades do banco para apoiar temporariamente nas tarefas diárias.

O movimento sindical continua acompanhando a situação e cobra soluções efetivas da direção do Bradesco.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram