25 de novembro é marcado por atos de combate à violência contra a mulher

Números de violência contra a mulher são cada vez maiores

A segunda-feira (25) foi marcado por atos em todo o país em combate à violência contra a mulher. A data também deu início internacionalmente aos 16 dias de ativismo pelo fim da violência. A categoria bancária participou das atividades.

Em São Paulo, mulheres dos movimentos sociais e sindical protestaram no vão do Museu de Arte de São Paulo, Masp, na Avenida Paulista. “Nós não podemos nos calar diante da violência. Além da questão de sensibilidade humana, a violência causa prejuízos para a sociedade”, disse a secretária da Mulher da Contraf-CUT, Elaine Cutis.

Os números de violência contra a mulher são cada vez maiores. De acordo com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, também conhecida como disque 180, registrou, em 2018, 92.663 denúncias de crimes contra a mulher.

“É fundamental que homens e mulheres se nam para combater a violência contra a mulher. Ajudem a divulgar e denunciar tais crimes. Disque 180”, enfatizou Elaine Cutis.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram